Casas de Madeira Informação Mais Informação . . .

 
Casas Ecológicas
                                                                                                                                              Clique Página Principal
Bioconstrução

Poupança Energética

Ecologia

          

A casa auto-suficiente

O sonho e a realidade

            

 

As casas ecológicas têm de ter em conta a orientação da construção, do terreno e da natureza que o rodeia, e devem ser criadas para serem auto-suficientes. As construções  ecológicas estão na moda nos países mais avançados e ajudam a preservar o meio ambiente. Também, em Portugal, já começa a haver pessoas interessadas neste tipo de construções ecológicas.

Quando se sonha com a casa ideal, pensa-se num lugar belo e agradável, luminoso, quente no Inverno e fresca no Verão, com o ar puro, de fácil manutenção, respeitosa com o meio ambiente e que seja capaz de produzir a energia que consome. Assim como, a possibilidade de aproveitamento da água existente no terreno e como o armazenamento da água das chuvas. Uma casa Idílica poderia estar inspirada num romance de ficção cientifica, mas esta é uma realidade tão acessível como qualquer outra construção convencional.

As casas bioclimáticas são aquelas que reúnem óptimas condições de habitabilidade com o mínimo consumo energético. Uma habitação que é inteligentemente concebida, saudável e regulada de forma auto-suficiente, onde a energia é proveniente de fontes naturais. As águas da chuva filtram-se e armazenam-se para serem reutilizadas, tendo sempre como principio não haver perdas nem desperdícios. A construção da casa propriamente dita deve ser construída com materiais não tóxicos e naturais, sendo os mais importantes a madeira, pedra e argila. Uma vivenda confortável e bela é aquela que permite ao ser humano viver em harmonia com o meio ambiente.

Trata-se de construir, com sentido prático, casas ecológicas, que tenham uma conservação económica, sendo auto-suficiente em água, energia e tratamento de resíduos, utilizando materiais naturais que têm sido testados desde há séculos e as tecnologias mais recentes com a finalidade de construir a casa ecológica do século XXI.

Passos para construir casas ecológicas:

Fazer o levantamento topográfico do terreno, a análise geológica ao solo e subsolo (ver carta geológica da zona) e a análise para comprovar a salubridade e outros tipos possíveis de contaminação.

A orientação do terreno deve ter inclinação para sul, protegida a norte e livre de grandes correntes de ar. Na zona lateral (este e oeste), seria bom que existisse algum tipo de coluna ou montanha de reduzido tamanho e a sul vales para que o sol não seja ocultado.

Podemos apresentar como exemplo, uma casa ecológica para o século XXI:

Uma bela construção em madeira deve utilizar madeiras como certificado de origem correcto, podendo ser construída sobre uma base de rochas da região (granitos, calcários, xistos, etc.). Para manter a casa a uma temperatura equilibrada e para o aquecimento de água, podem-se utilizar as energias oriundas da biomassa, geotérmica e/ou painéis solares. A energia eléctrica pode ser reduzida através de painéis fotovoltaicos, aerogeradores e turbinas (se existir no local uma corrente de água).

 

                                                                                                                                                                                                                                                                                                                 Topo 

 

  • Bioconstrução 

A bioconstrução encarrega-se de encontrar a harmonia entre a tecnologia, a estética e a funcionalidade, que se integra, por sua vez, no meio ambiente natural ou urbano da vivenda. O objectivo é satisfazer as necessidades humanas em condições saudáveis, guiando-se por um critério estrito de sustentabilidade e respeito com o meio ambiente.

 

Na hora de promover a construção de uma edificação sustentável, deve-se ter em conta o local, realização uma avaliação meio ambiental e procurando o aproveitamento das energias passivas. A estética deve ser integrada na paisagem ou na arquitectura local. Os sistemas de construção devem estar de acordo com o lugar e os materiais devem ser saudáveis. Deve-se conseguir um conforto térmico e acústico, com um óptimo consumo energético, em que a geração de resíduos seja mínima e que nesta estejam previstos métodos de reciclagem. É necessário cuidar da qualidade do ar e deve-se compensar a estética interior com a funcionalidade, tendo em conta a cor, a luz, os espaços e as dimensões.

Em conclusão, a bioconstrução deve contemplar o aproveitamento do meio natural sem causar prejuízo algum sobre a sustentabilidade, devendo aplicar o desenvolvimento tecnológico para a concretização de uma maior poupança energética e a diminuição dos resíduos, sem esquecer o aspecto estético, um dos vários factores que determinam a habitação da vivenda. Tudo sem chegar a produzir uma distorção excessiva no preço final da vivenda, o mesmo que dizer que uma casa que segue este critério de construção não pode chegar a ser mais cara que uma casa tradicional.

                                                                                                                  Topo   

 

  • Poupança Energética

 É um imperativo do tempo em que vivemos a necessidade de desenvolver uma consciência ecológica, capaz de modificar hábitos que repercutam à conservação do meio ambiente.

                                                        

 

Neste contexto, o uso da madeira, como principal material de construção, encaixa perfeitamente nas exigências deste novo modelo, mudando radicalmente as bases da indústria, ao estar baseada na queima de energias fósseis: a matéria-prima é de origem natural, e a árvore para produzir madeira, empregando energia solar.

Alem do mais, ao ser um material leve emprega menores quantidades de energia para a sua manipulação e transporte, assim como para a sua mecanização e transformação. Permite poupar cimentações e melhorar a produtividade, apenas produz resíduos que se podem reciclar várias vezes e no final da sua vida útil transporta energia limpa. 

Uma vez que uma parte da vivenda, ao ser um grande isolante térmico e acústico, permite alcançar um maior conforto, com óptimos resultados em aquecimento e refrigeração, assim como isolamento acústico, o que leva em conta uma considerável poupança de energia, sobre tudo em sistemas de produção de calor.

Estas melhoras não significam apenas um menor desembolso económico para os habitantes da vivenda, sem um beneficio a longo prazo para todos, contribuindo para essa mudança de esquema que falámos, no qual começámos a compreender que o futuro do nosso planeta passa pela poupança dos recursos empregues pelo Homem.

                                                                                                                                        Topo      

 

  • Ecologia

A construção de casas de madeira é sem dúvida um dos sistemas de construção mais respeitosos para o meio ambiente. A madeira é um dos materiais de construção mais nobres, é natural e renovável, e o seu processo de transformação é simples, usando pouca energia em comparação com os materiais de construção tradicionais.

                                                                       

 

O respeito pelo meio ambiente parte desde a origem da própria matéria-prima: a madeira é o fruto dos bosques, os quais mantêm o ciclo da água, o ciclo do carbono e protegem os solos contra as cheias. Os bosques produtivos, os bosques cuidados e limpos são geridos de forma sustentável, a população implica a sua conservação, melhorando assim a superfície florestal. Isto demonstra que a madeira no solo é um dos materiais menos contaminantes no seu processo de produção, sendo benéfico para o meio ambiente. O que se destaca de tudo isto é a poupança energética, uma casa ecológica pode chegar a poupar 60% no consumo de energia diária, ao constituir um material isolante actua como regulador térmico, necessitando de um gasto muito menor de aquecimento no Inverno ou em refrigeração no verão.

E tão pouco devemos esquecer que as casas de madeira são casas altamente saudáveis, absorvem e expulsam a humidade, regulando a temperatura interior, absorve as radiações electromagnéticas de móveis, televisões, computadores…proporcionando um estado de equilíbrio no corpo humano.

 

                                                                                                                               

 

 

Contactos

 

 

Tlf:        (00351) 271 108 000

 

Tlm:      (00351) 919 577 207

 

E-mail:  torrealta@sapo.pt

 

 

 

 

 

Patrocínios :

 

  www.torrecalida.eu      Mais de 200 modelos à sua escolha    

 www.torrecalida.com   Líder em construções de madeira  

  www.aquasondeos.com Sondeos e Perforaciones 

Links:

  www.opengis.uab.es     Atlas Climático Digital

  www.apambiente.pt     Agência Portuguesa do Ambiente

  www.eco-property.eu     Portugal Eco Property and Eco Solutions

  www.polskacasasdemadeira.com    Polska Mobilhome - casas moveis

 

 

      Topo  

Inicio